Mudas Medicinais Cambuí

Mudas  Medicinais Cambuí

Sinon.: Aulomyrcia laruotteana (Camb.) Berg.,
Família: MIRTACEAE
Nomes comuns: camboí, cambuím, camboím.
 
CARACTERÍSTICAS GERAIS

Arbusto ou arvorela de 3 a 6 m de altura. Tronco e ramos pubérulos e muito tortuosos, com casca lisa que descama em placas. Folhas simples, opostas, cartáceas, curto pecioladas, ovado-oblongas, bordos ondulados, com glândulas translúcidas no limbo, nervuras seríceo-pubescentes na face inferior, de até 7 cm de comprimento. Flores hermafroditas, numerosas, em inflorescências distribuídas ao longo dos ramos, estames brancos, numerosos, com função também de atração dos polinizadores. Fruto globoso,carnoso, de coloração avermelhada, com cerca de 4 mm de diâmetro.

OBSERVAÇÕES ECOLÓGICAS E OCORRÊNCI
AS 
Espécie exclusiva do planalto meridional do sul do Brasil. Cresce em matas ciliares ou nas bordas de matas e capões situados em solos de maior umidade. Ocorre desde o Rio de Janeiro até Santa Catarina, e também em Minas Gerais e Goiás.USOS POPULARES
Os frutos, apesar de pequenos, são comestíveis e servem para fabricar geléias. O cozimento da casca é usado contra diarréia e a madeira como lenha.

Flor: Setembro a novembro
Fruto: Novembro a dezembro

Fonte:http://www.esalq.usp.br/trilhas/medicina/am02.phphttp://www.esalq.usp.br/trilhas/medicina/am02.php

Características: Arvoreta ramificada de 2 a 4 metros de altura, com copa arredondada, cônica e densa com até 2 metros de diâmetro. A ramagem e folhas novas são ferrugineas pasando para cor amarelada e depois ficando verde escuro luminoso. A casca é descamante de cor marrom avermelhada, desnudando um tronco liso e avermelhado. As folhas são simples, glabras (sem pelos), opostas, com pecíolo ou haste de 5 a 8 mm de comprimento, a textura é coriácea (semelhante a couro) a margem é lisa e o ápice recurvado para baixo. Estas medem 6 a 8 cm de comprimento por 2,5 a 3,5 cm de largura, com base cuneada (em forma de cunha) e ápice cuspidado (termina em ponta alongada e fina). As flores são hermafroditas, actinomorfas (com vários planos passando pelo mesmo eixo), nascem em grupos de mais de 20 em pedúnculos bíparos (haste que se divide em 2 ramos cada um com uma flor) de 1 a 2 cm de comprimento, nas axilas das folhas nos ramos terminais. Estas medem 8 mm de diâmetro e são formadas de: cálice (invólucro externo) com 4 sépalas persistentes e corola (invólucro interno) com 5 pétalas livres, ovóides, medindo 8 mm de comprimento por 5 mm de largura. Os frutos são bagas de 2 a 3 cm de diâmetro de cor roxo enegrecido quando madura.

http://www.colecionandofrutas.org/eugeniacandolleana.htm

Powered by http://wordpress.org/ and http://www.hqpremiumthemes.com/