Árvores Nativas Medicinais Chapéu-de-Sol

Arvores Nativas Medicinais Chapéu de Sol

Sinon.: Terminalia mollucana Lam., Terminalia 
subcordata Wild., Terminalia paraensis Mart.
Família: COMBRETACEAE
Outros nomes: amendoeira-da-índia, castanhola,
guarda-sol, amendoeira-da-praia.
 
CARACTERÍSTICAS GERAIS

Árvore de 10 a 35 m de altura, regularmente ramificada, com ramos pubescentes quando jovens, tornando-se glabros. Folhas simples, alternas, concentradas no ápice dos ramos, obovais, peninérveas, coriáceas, pubescentes na face inferior e com peciolo curto. Flores de coloração verde-esbranquiçada, reunidas em pequenas espigas terminais nos ramos, estames verdes e longos. Fruto drupa, geralmente com a forma elipsóide, bordos afinados amarelado ou róseo quando maduro, com cerca de 5cm de comprimento, possuindo caroço muito duro.
OBSERVAÇÕES ECOLÓGICAS E OCORRÊNCIAS
Espécie dissídua, originária das Índias Orientais e Oceania. Foi introduzida pelo cultivo no Brasil, sendo uma das árvores de sombra mais usadas na proximidade da praia ao longo do litoral brasileiro, devido a sua resistência à salinidade dessas areias.  


USOS POPULARES
O suco das folhas é usado no tratamento de cólicas. A raiz e casca  possuem propriedades adstringentes, sendo usadas contra a disenteria, febres gástricas e biliares. 

Flor: Novembro a março
Fruto: Fevereiro a setembro

Fonte:http://www.esalq.usp.br/trilhas/medicina/am05.php

Além de suas qualidades ornamentais, tanto seus frutos como amêndoas são comestíveis. Das amêndoas ainda se extrai um óleo fino, utilizado na preparação de pratos especiais e na fabricação de remédios caseiros. As folhas ricas em taninos, flavonóides, fitosteróis e outros princípios ativos são aproveitadas em medicamentos fitoterápicos e no tratamento da água de criação de peixes. A árvore ainda produz madeira de boa qualidade, dura, avermelhada e resistente à água, que é utilizada no fabrico de móveis, canoas, moirões e caixotes.

Deve ser cultivada sob sol pleno, em solo leve, aerado e arenoso, bem drenável, enriquecido com matéria orgânica e irrigado regularmente no primeiro ano de implantação da muda. Planta excelente para regiões litorâneas, a amendoeira é tolerante à salinidade no ar e no solo, assim como ventos fortes e estiagem. No entanto, seu cultivo é restrito às regiões tropicais e subtropicais, pois necessita de calor para o seu pleno desenvolvimento. Multiplica-se por sementes, colhidas de frutos maduros e posteriormente despolpados para germinarem mais rapidamente.

Marcado com: 
Categorias: Diretório de Plantas
Powered by http://wordpress.org/ and http://www.hqpremiumthemes.com/